segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Vegetarianismo Almo-Correto

Sucintamente defenderei minha tese sobre o vegetarianismo almo-correto. Essa tese baseia-se
basicamente no fundamento de que, não é correto tirar a alma de um corpo para se alimentar do
mesmo. Pois é a ação mais terrível de todas as passiveis de serem cometidas na galáxia.
Refiro-me a galáxia, pois fora dela há lugares extraordinariamente, inexoravelmente mais
inimagináveis de se cometer sandices inescrupulosas com outros serem melancolicamente impossível
de serem descritos.
Retirar a alma do seu corpo significa privá-la da sistemática evolução a que ela está inserida, e
transformá-la em um espírito vagante, sem rumo, sem sentido, sem razão, sem uma missão e sem um
cartão de crédito, o que muito talvez provavelmente seja quase perto de ser totalmente impossível de
ser aceito.
Isso resultará na eterna, e quando digo eterna não é 10 dias, 10 anos, 10 milhões de milhões de
eptalhões de milênios e sim por todo o sempre da existência desse aglomerado de nada que chamam de
universo, indignação de todos esses seres, que ficarão vagando desolados e, muito provavelmente,
atormentando a todos que cometem essa insensatez.
Porém há um fato muito interessante a ser observado que passa despercebido por muitos que
estão preocupados demais preparando uma salada de rúcula e criticando os carnívoros. E esse fato
verídico faz parte de uma lista de verdades seletas, como a que Elvis não morreu e sim foi levado pelos
alienígenas para um planeta chamado megatron, pois o imperador galáctico do devido planeta era seu
tremendo fã. Essa verdade tão óbvia e inegável é que: Todos os seres que vivem e respiram embaixo
d'água não possuem alma, e indiscutivelmente não possuem.
Você pode estar esperneando, resmungando, me chamando de inescrupuloso, ridículo,
psicopata, problemático e sarnento, mas me dará razão até o fim desse texto, pois isso se trata de algo
totalmente inegável e você já deveria ter se dado conta.
A água é uma das fórmulas mais perfeitas de tudo que já foi inventado no hemisfério ocidental
da galáxia. Ela não possui erros, e também é bastante útil pra curar ressacas. Eis ai um fato importante,
em toda sua perfeição a água não é passível de erros ou enganos, porém Deus que é passivel de erros e
enganos cometeu enganadamente o seu maior erro: Criou seres sem alma. Ele simplesmente depois de
uma partida de críquete, e convenhamos ela ganhou por 17 à 10 e estava muito cansado, ele resolveu
criar uns seres em seu laboratório de garagem.
Criou primeiro um planeta chamado ironicamente de Terra, onde 70% da superfície era água, o
liquido perfeito, e lá colocou esses seres, e simplesmente esqueceu de adicionar alma a eles, pois o
gelol que havia passado na canela, pra aliviar a dor do chute que lulu (lúcifer) tinha lhe dado na canela,
estava ardendo um bocado.
Estava então, Deus, que até então nunca tinha errado, diante de um problema, havia criado
diversos seres sem alma, sem sentido, sem valor nenhum, e pior, o CTRL Z de seu computador estava
estragado, era uma criação sem volta. Pra disfarçar sua bizonhice Deus fez uma versão 1.1 da Terra, e
adicionou fatores imperceptíveis, que mudariam tudo, além de aditar toda a documentação existente
sobre os fatos.
O seu upgrade consistia em haver evolução dos seres que viviam na Terra, essa evolução se
daria gradativamente, e a partir do momento que eles conseguissem sair da água eles ganhariam uma
alma, seriam livres, poderiam tomar suas próprias decisões, usar relógios digitais e fazer sexo sem
camisinha. Enquanto a água que era perfeita acobertaria o erro de Deus.
E assim foi, os seres evoluíram, alguns saíram da água outros não, uns ganharam alma outros
não, uns usam relógios digitais outros não, mas todos fazem sexo sem camisinha. Isso é algo que Deus
ainda está tentando resolver, pois a água desistiu de acobertar Deus há uns milhares de anos atrás, por
alguns problemas na justiça e acabou liberando a verdade e permitindo sexo sem camisinha paras os
seres desalmados também, antes eles realmente usavam camisinha.
Mas há aproximadamente 3567 anos ele perdeu o controle da terra, provavelmente pisou em
cima dele enquanto jogava wii. E por isso estamos como estamos hoje, mas isso não é importante. O
importante é o fato inegável que todos os seres que vivem em baixo d'água definitivamente não tem
alma, e por isso eu os como e não como os que na terra vivem.
Artur Brandes (Vegetariano almo-correto) – Todos os direitos reservados.

5 comentários:

  1. Caramba! o artur cheirou alguma coisa

    ResponderExcluir
  2. Cheirou peixe.

    Não entendi, alma dá um gostinho ruim?

    xD

    ResponderExcluir
  3. As plantinhasss ele fuma pra conseguir escrever essas teorias dele.

    ResponderExcluir